4 gafes para não cometer na sua viagem | Planet School - Método Callan
Escola de idiomas
11 97497-1170
11 4796-9178
mensagem pelo whatsapp

4 gafes para não cometer na sua viagem

Planet School

Marketing

4 gafes para não cometer na sua viagem
Está planejando o primeiro país que vai visitar depois que a pandemia acabar? Então, não se esqueça de pesquisar algumas coisas sobre a cultura desse lugar, pois ela muda de país para país, principalmente quando falamos sobre hábitos e costumes.
Separamos 4 temas com dicas para outros países:
 
1-Gorjeta
Algo que não é tão comum para nós no Brasil, mas super vivenciado em países como Estados Unidos, Canadá, Argentina, Chile, México, os “tips” (gorjeta em inglês) ou propina (gorjeta em espanhol) são hábitos muito comuns. Vale lembrar que a gorjeta não fica restrita apenas ao atendimento em restaurantes, mas também vale para outros tipos de atendimento e serviços. Além de não ser olhado com cara feia por quem te atendeu, é super válido também vivenciar a cultura desses lugares.
 
2-Trânsito
Já ouviu dizer que “a pressa é inimiga da imperfeição”? Principalmente naqueles dias que você está atrasado e tem que atravessar a rua correndo fora da faixa quando tem oportunidade? Se você não sabe, atravessar fora da faixa aqui no Brasil te rende uma bela de uma multa, mas conhece alguém que já foi notificado por tal ato? A resposta é muito provável que seja não, mas em alguns países como no EUA, repercute bem mal quando se atravessa fora da faixa. Então, tome muito cuidado para não atravessar fora da faixa caso ela esteja perto de você.
Outra coisa curiosa é que por exemplo nos EUA, virar à direita no sinal vermelho quando possível é algo permitido e que não rende uma multa sequer. E existem cruzamentos em que para ambos os lados há a placa “Stop”. Neste caso, a preferência é sempre para o carro que chegou primeiro.
 
3-A “simpatia brasileira” nem sempre é recomendada
Somos muito bem conhecidos por essa recepção calorosa que possuímos. O beijo, o abraço são coisas que nos marcam por aqui. E muita gente gosta! Porém em lugares na Europa e até mesmo na América do Norte, esses são atos de cumprimentos que as pessoas não estão muito acostumadas. E com certeza pode gerar muita estranheza por elas quando agirmos desta forma por se parecer uma pessoa muito íntima. É recomendado apenas o aperto de mão.
 
4-Como chamar as pessoas
Já percebeu que nos filmes e séries quando uma pessoa chama a outra, ela recorre ao sobrenome? Pois bem, aqui no Brasil, temos o costume de chamar as pessoas pelo primeiro nome. Culturalmente em muitos lugares afora, é usado o sobrenome da pessoa, principalmente em salsas de aula e reuniões de trabalho. Chamar pelo primeiro nome é sinal que você tem uma certa intimidade com alguém.
 
Não se esqueça sempre de dar uma pesquisa sobre as peculiaridades de cada país. Muita coisa de hábitos e costumes podem mudar. Aliás, cultura, nunca é demais!

DÊ UM PLAY NO SEU INGLÊS!

Se matricule agora!
Pamela Cairo

Pamela Cairo

Marketing

Sou publicitária, marketeira e bastante curiosa. :)

 

DÊ UM PLAY NO SEU INGLÊS!

Se matricule agora!

Leia também:

Alguns conteúdos que podem te interessar

Guia definitivo sobre: Should, Would & Could

Guia definitivo sobre: Should, Would & Could

09/04/2021
Um tema que pode tirar o sono de qualquer estudante é o uso dos modal verbs, em especial, o Should, Would e Could. Essas três palavrinhas são amplamente ...
Em 10 anos, todas as vagas de emprego exigirão Inglês!

Em 10 anos, todas as vagas de emprego exigirão Inglês!

17/03/2021
Independente do nicho de atuação do profissional, a fluência no inglês daqui a 10 anos deixará de ser um diferencial para se tornar um dos requisitos ...
Decore as palavras em inglês com esses simples passos

Decore as palavras em inglês com esses simples passos

15/12/2020
Pode ser que você não se lembre quando criança, mas aprender um novo idioma é bem difícil. Precisamos aprender verbos, substantivos, sujeitos, ...
Como dizer “não” de outros jeitos em inglês

Como dizer “não” de outros jeitos em inglês

15/12/2020
Todo mundo sabe que aqui no Brasil temos vários jeitos de falar não. Coisas do tipo: “Jamais”, “nunca”, “só que não”, “sem chance” e por ...